Home / NOTÍCIAS / FILMES / RESENHA – AS TRAPACEIRAS

RESENHA – AS TRAPACEIRAS

Para começo de conversa, esclareço que não sou uma grande fã do gênero comédia, mas as filmes do Adam Sandler são uma espécie de guilty pleasure para mim, pois o Adam é o “Deus da Comédia”, como diria o Renan do Choque de Cultura. Entretanto, assisto a comédias de vez em quando, pois não dá para falar de algo que não se conhece. Recentemente, fui positivamente surpreendida com “Casal Improvável” e, em se tratando de histórias de duas mulheres, “Meu Ex é um Espião” é maravilhosa. E vocês sabem, quando eu começo o texto falando de outras obras, é porque o filme objeto da resenha foi difícil de digerir…

“As Trapaceiras” conta a história Josephine e Penny, duas mulheres que vivem de passar a perna em ricaços, mas que se utilizam de métodos diferentes: enquanto Josephine é chique e usa todo seu poder de sedução, Penny faz com que os homens sintam pena dela, tanto pelo seu jeito completamente estabanado, quanto pelas histórias tristes que ela conta. A dupla se conhece em uma viagem de trem e acaba se reencontrando posteriormente, unindo força para continuar com os golpes e tirar dinheiro dos homens.

Poderia ser engraçado, mas não é. É bem constrangedor, aliás. Já vi Anne Hathaway fazendo comédia e funcionou, como em “Um Senhor Estagiário”, no qual ela contracena com Robert de Niro (o que, convenhamos, deve ter facilitado as coisas). Anne também mandou bem em “Oito mulheres e um segredo”, que não é tão somente uma comédia, mas tem bastante humor. Um humor que funciona. O que não é o caso de “As trapaceiras”, pois se eu ri três vezes durante o filme, foi muito. O estilo de humor empregado no filme, especialmente por Rebel Wilson, não funcionou comigo. Essas situações clichês que ela retrata não são engraçadas para mim. Eu não me diverti e em vários momentos tive aquela sensação de “vergonha alheia”. As piadas são fora do tom, sei lá. Realmente não gostei.

O estilo de humor de cada pessoa é diferente, e talvez você veja esse filme e se divirta bastante, e tudo bem. O que não funciona para algumas pessoas pode funcionar para outras e isso é uma das coisas mais legais do cinema: a diversidade de nuances dentro de um mesmo gênero. Mas não posso garantir que você vai dar boas risadas com essa história, porque não foi o que aconteceu comigo. Caso você resolva assistir, desejo boa sorte.

Nota: 5,0

Roberta Rodrigues AutorParticipant
Cabine de Imprensa , Nerd Fusão
Aqui é Nerd Fusão na veia!
follow me

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

ANDY SERKIS SERÁ O DIRETOR DE VENOM 2

Agora é oficial, Venom 2 terá Andy Serkis como diretor e quem ...