Home / RESENHAS / RESENHA – BUMBLEBEE

RESENHA – BUMBLEBEE

A franquia "Transformers" é praticamente onipresente nos cinemas desde o primeiro filme, lançado em 2007, e desde então mantém uma base fiel de fãs. Até agora, foram lançados cinco filmes, com algumas recentes mudanças de elenco (saída de Shia Lebouf e entrada de Mark Whalberg), na tentativa de se manter no topo e rentável. Agora, resolveram contar uma história que se passa antes do primeiro filme. E parece que deu certo. "Bumblebee" é uma espécie de prequel: ele se passa nos anos oitenta, e mostra a sua chegada no Planeta Terra e a sua primeira interação com os humanos. Nesta…

Review Overview

EXCELENTE

9,5

Summary : Recomendo!

User Rating: Be the first one !

A franquia “Transformers” é praticamente onipresente nos cinemas desde o primeiro filme, lançado em 2007, e desde então mantém uma base fiel de fãs. Até agora, foram lançados cinco filmes, com algumas recentes mudanças de elenco (saída de Shia Lebouf e entrada de Mark Whalberg), na tentativa de se manter no topo e rentável. Agora, resolveram contar uma história que se passa antes do primeiro filme. E parece que deu certo.

“Bumblebee” é uma espécie de prequel: ele se passa nos anos oitenta, e mostra a sua chegada no Planeta Terra e a sua primeira interação com os humanos. Nesta época, Bumblebee ainda era um Fusca, e também é contado como ele perdeu a voz, e passou a se comunicar por meio de músicas pelo rádio.

Bumblebee é encontrado por Charlie no ferro-velho de seu tio, que dá o automóvel pra ela de presente de aniversário de 18 anos. Charlie ainda sente falta de seu pai, com quem aprendeu muito de mecânica e de quem herdou a paixão pelos carros. Ela é a típica outsider: rebelde, esquisita, com dificuldade para fazer amizades, e encontra em Bumblebee um amigo e parceiro. E é essa amizade que vai colocá-la em perigo e fazê-la sair da zona de conforto.

Na parte técnica, o filme é muito bom e não deixa nada a desejar: ainda que haja muita computação gráfica, como era esperado, os efeitos funcionam muito bem. Deve ser destacado a “humanização” de Bumblebee: são visíveis na sua “face” as suas emoções, quando ele está triste, quando está feliz, quanto está tentando se esconder de algo. Charlie é interpretada por Hailee Steinfeld, que concorreu ao Oscar de melhor atriz coadjuvante por Bravura Indômita em 2010, quando tinha apenas 14 anos, e aqui ela faz um excelente trabalho contracenando com Bumblebee.

O que me chamou a atenção em “Bumblebee” foi o fato de filme seguir a tendência atual de trazer protagonistas femininas em filmes deste gênero: tivemos Rey em “Star Wars – o Despertar da Força”, depois Amara em “Círculo de Fogo – A Revolta” e agora Charlie. Isso é um ótimo sinal, de que a indústria percebeu que cada vez mais mulheres se interessam por filmes de ação e ficção científica, e querem se sentir representadas nessas obras. No mais, “Bumblebee” é um ótimo filme, que agradou tanto a mim, que não conhecia a “mitologia” dos Transformers (fui ver os filmes depois de assistir Bumblebee), e também quem conhece e gosta da franquia há mais tempo. Recomendo.

Roberta Rodrigues AutorParticipant
Cabine de Imprensa , Nerd Fusão
Aqui é Nerd Fusão na veia!
follow me

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

Crítica: Capitã Marvel

Confira a nossa crítica COM SPOILERS da Capitã Marvel! Não deixe de ...