Home / NOTÍCIAS / FILMES / RESENHA – CASAL IMPROVÁVEL

RESENHA – CASAL IMPROVÁVEL

De início, gostaria de esclarecer que eu não gosto de comédias românticas. A grande maioria delas me parece bastante similar e ilusória, com aquele final feliz clichê, o que me incomoda muito, pois na vida real é bem diferente. Portanto, via de regra, não costumo assistir a esse tipo de filme. Porém, quando vi o trailer de “Casal Improvável”, fiquei com vontade de ver, tanto pelo sarcasmo de Seth Rogen, mas principalmente por ter uma Charlize Teron fazendo comédia. E que decisão acertada!

“Casal Improvável” conta a história de Charlotte Field, uma mulher forte, bem sucedida, atual secretária de Estado do Governo Americano e que se prepara para concorrer à vaga na Casa Branca, e de Fred Flarsky, um jornalista arraigado às suas convicções, que costuma fazer reportagens polêmicas, mas que recentemente pediu demissão por não concordar com a linha editorial que será seguida pelo jornal após ele ter sido adquirido por um mega empresário. Fred e Charlotte se encontram em um rolê aleatório – um show do Boyz II Men – e há um detalhe sobre eles: Charlotte foi babá de Fred quando ele era quase adolescente, e, obviamente, apaixonado por ela. As lembranças do passado acabam aproximando os dois, e Charlotte, precisando de alguém que escreva seus discursos, contrata Fred, e essa proximidade entre ambos faz surgir outros sentimentos. Bonitinho.

A atuação de Charlize Teron como Charlotte é incrível, é sensacional ver uma atriz desse porte sair da zona de conforto e se dar muito bem na comédia. Depois de brilhar em filmes de ação como a Imperatriz Furiosa em “Mad Max – Estrada da Fúria” e em “Atômica”, e intepretar um papel extremamente complexo em “Tully”, Charlize mostra que tem o timing cômico e faz uma bela parceria com Seth Rogen. Seth, aliás, parece viver um papel semelhante ao de “Ligeiramente Grávidos”, do loser que se envolve com uma mulher muito mais poderosa e tem que amadurecer a força. Gosto do humor rápido, inteligente e sarcástico (com algumas críticas sociais bem interessantes, mas sem o tom panfletário), mas, como sempre, Seth protagoniza uma cena disgusting no filme que me causou bastante nojo. Enfim, comédia tem dessas coisas.

O saldo de “Casal Improvável” é extremamente positivo: excelentes atuações, belas locações, cenas divertidas e piadas engraçadas. É interessante ver a influência da opinião pública sobre a vida particular das pessoas, e até onde isso deve ser considerado ou não. Mais: qual a possibilidade de pessoas completamente diferentes darem certo juntas? Assistam ao filme.

Nota: 9,0

Roberta Rodrigues AutorParticipant
Cabine de Imprensa , Nerd Fusão
Aqui é Nerd Fusão na veia!
follow me

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

RESENHA – ANNA: O PERIGO TEM NOME

Desde que fiquei sabendo da existência deste filme, fiquei ansiosa para assisti-lo, ...