Home / RESENHAS / RESENHA – HOMEM ARANHA NO ARANHAVERSO

RESENHA – HOMEM ARANHA NO ARANHAVERSO

A expectativa para “Homem-Aranha no Aranhaverso” estava lá em cima desde a primeira divulgação que vi sobre a animação, na CCXP de 2017. No mesmo evento, em 2018, foram exibidos trinta minutos do filme, que serviram para confirmar o que estávamos esperando: finalmente vimos aquela que é a melhor versão animada de super-heróis feita para o cinema. Miles Morales, personagem criado por Brian Michael Bendis no início dos anos 2000, sempre foi muito querido pelos fãs de quadrinhos, e teve sua estreia nas telonas em grande estilo: “Homem-Aranha no Aranhaverso” é uma animação com traços muito próprios, que remetem às…

Review Overview

ÉPICO!

User Rating: Be the first one !

A expectativa para “Homem-Aranha no Aranhaverso” estava lá em cima desde a primeira divulgação que vi sobre a animação, na CCXP de 2017. No mesmo evento, em 2018, foram exibidos trinta minutos do filme, que serviram para confirmar o que estávamos esperando: finalmente vimos aquela que é a melhor versão animada de super-heróis feita para o cinema.

Miles Morales, personagem criado por Brian Michael Bendis no início dos anos 2000, sempre foi muito querido pelos fãs de quadrinhos, e teve sua estreia nas telonas em grande estilo: “Homem-Aranha no Aranhaverso” é uma animação com traços muito próprios, que remetem às HQs, um ritmo acelerado de desenvolvimento, e embalada por uma trilha sonora inebriante. A obra nos apresenta esse menino que curte grafite, filho de um policial e que se muda para uma escola mais avançada. Seu grande parceiro é o tio Aaron, que tem uma personalidade completamente diferente do seu pai.

A trama conta a história da morte de Peter Parker, e o encontro de “homens aranha” de diferentes universos: tem o Peter mais velho, a Mulher Aranha (Gwen Stacy), a Peni Parker (versão anime), o Homem Aranha Noir e até mesmo o Porco Aranha. Eles formam uma equipe e precisam combater um dos grandes vilões do Universo Marvel: o Rei do Crime, já que com o falecimento do amigão da vizinhança a cidade ficou carente de heróis.

Tudo nesta animação é impecável: roteiro, diálogos, traço, ritmo. Se os filmes do Homem-Aranha feitos por Sam Raimi significaram uma nova era dos super-heróis no cinema (ainda que estejam longe de serem meus favoritos), acredito que “Homem-Aranha no Aranhaverso” inaugure um período de grandes animações do gênero nas telonas. É uma obra que praticamente dá vida às histórias em quadrinhos. É cativante, tem um perfeito equilíbrio entre os momentos de drama e humor. Nada sobra e nada falta. A homenagem a Stan Lee é emocionante e a cena pós créditos é surpreendente e hilária.

No último domingo, “Homem-Aranha no Aranhaverso” conquistou o Globo de Ouro como melhor animação. Tenho certeza que muitos prêmios ainda virão, e não é exagero dizer que é um dos grandes favoritos ao Oscar da categoria. Que acerto da Sony!

Nota: 10 (com estrelinha)

Roberta Rodrigues AutorParticipant
Cabine de Imprensa , Nerd Fusão
Aqui é Nerd Fusão na veia!
follow me

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

Crítica: Capitã Marvel

Confira a nossa crítica COM SPOILERS da Capitã Marvel! Não deixe de ...