RESENHA – A MALDIÇÃO DA CASA WHINCHESTER (com spoilers) RESENHA – A MALDIÇÃO DA CASA WHINCHESTER (com spoilers)
5shares 5Facebook 0Twitter 0Google+ Este filme já surpreende de cara, por se tratar de uma história verídica. Sarah Winchester, vivida pela grande Hellen Mirren,... RESENHA – A MALDIÇÃO DA CASA WHINCHESTER (com spoilers)

Este filme já surpreende de cara, por se tratar de uma história verídica. Sarah Winchester, vivida pela grande Hellen Mirren, é a herdeira de uma empresa que fabrica armas de fogo. O Dr. Eric Price, interpretado por Jason Clarke, é chamado para fazer uma avaliação psiquiátrica de Sarah, pois há anos ela está aumentando a casa, com pessoas trabalhando 24 horas por dia.

É difícil falar desta obra sem dar spoilers, então vamos lá: o marido e a filha de Sarah morreram repentinamente, e ela carrega uma culpa enorme por saber que muita gente foi assassinada com armas fabricadas pela empresa da sua família. Para tentar amenizar a maldição que entende ter levado seus entes queridos, Sarah está construindo cômodos para abrigar os espíritos das pessoas que foram mortas por rifles Winchester. Com a ajuda de Dr. Eric, Sarah tentará se livrar dos espíritos que assombram a casa, inclusive tomando o corpo de Henry, filho de seu sobrinho. Um dos espíritos que aterroriza a família Winchester é Ben, que perdeu dois irmãos mortos por rifles Winchester e um dia entrou na fábrica atirando e matando quinze pessoas.

Não sou uma grande conhecedora do gênero de terror, mas o que pude observar foi que o filme alterna bons momentos que rendem sustos interessantes, e outros que beiram o ridículo. A fotografia está excelente, assim como a caracterização dos personagens, a construção da casa e os demais componentes cenográficos. A atuação de Hellen Mirren também é irregular, convencendo em algumas cenas e em outras não. Já Jason Clarke, bem, eu tenho dificuldade para gostar das atuações desse ator. Gostei muito dele em Mudbound, mas aqui ele tem uma atuação apenas honesta.

O mais impressionante é saber que a casa, ou parte dela que resistiu ao terremoto de 1906, ainda existe e fica localizada na cidade de San Jose, no estado da Califórnia. Fiquei curiosa e se um dia for à California, quero ver essa construção pessoalmente.  Ainda que bastante instigante  e tenha até momentos em que lembre “O sexto sentido”, penso que “A maldição da Casa Winchester” é uma história que poderia ter sido melhor contada. Entretanto, ainda que o filme tenha ficado um pouco abaixo das expectativas, não chega a ser traz. É uma boa opção nos cinemas para quem aprecia o gênero, ou para quem já esgotou todos os concorrentes ao Oscar.

Nota: 7,0.

Roberta Rodrigues

No comments so far.

Be first to leave comment below.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *