Home / NOTÍCIAS / FILMES / RESENHA – O GÊNIO E O LOUCO

RESENHA – O GÊNIO E O LOUCO

Um dos principais motivos que fez eu me apaixonar pelo cinema foi a capacidade de contar histórias interessantíssimas sobre temas que eu não fazia ideia. “O Gênio e o Louco” é um filme dessa categoria, ele nos apresenta como foi processo de elaboração do dicionário Oxford, cuja ambição era abarcar todas as palavras da língua inglesa.

A trama nos mostra James Murray, vivido por Mel Gibson, um autodidata escocês que aceita o desafio de criar esse super dicionário, e para isso ele pede ajuda para a população, de forma a conseguir traçar a etimologia de cada palavra em inglês. Um desses voluntários é o Dr. William Minor, interpretado por Sean Penn, um médico americano que tem traumas da guerra e foi preso por matar um homem durante um de seus surtos.

James e William se aproximam e se tornam amigos ao longo dos anos, e o filme traz as diversas camadas de cada um desses personagens: James tem vários filhos, e a família se sacrifica para que ele consiga realizar o sonho de elaborar o dicionário e deixar seu nome na história. William é um homem perturbado mentalmente por seu passado, mas não é má pessoa, e faz de tudo para ajudar Eliza, esposa do homem que ele matou. No início ela hesita, mas com o tempo ela compreende melhor William.

Tecnicamente, é uma obra bem mais artística do que estamos acostumados: a narrativa é lenta, a fotografia nos remete ao século XIX com eficiência, e facilmente identificamos os diversos sotaques dos personagens. Mel Gibson e Sean Penn dão um show de interpretação, e Natalie Dorman, no papel de Eliza, é a cereja do bolo.

Sempre é difícil contar uma história baseada na realidade, mas acredito que o diretor Farhad Safinia (que, aliás, é iraniano), tenha obtido êxito na sua empreitada. Também é bastante curioso saber que o principal dicionário da língua inglesa até hoje teve como seus principais colaboradores um escocês e um americano. E ainda somos brindados com uma bela trama sobre amizade, respeito e redenção.

Nota: 9,0

Roberta Rodrigues AutorParticipant
Cabine de Imprensa , Nerd Fusão
Aqui é Nerd Fusão na veia!
follow me

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

RESENHA – CEMITÉRIO MALDITO

Já faz algum tempo que estamos vivendo uma era de remakes nos ...