Home / NOTÍCIAS / FILMES / RESENHA – TODOS JÁ SABEM

RESENHA – TODOS JÁ SABEM

Periodicamente somos brindados nas telonas com uma ótima produção em língua espanhola, e a bola da vez é justamente “Todos já sabem”. Com um elenco capitaneado por três dos atores “hispanohablantes” mais conhecidos do cinema (Penélope Cruz, Javier Bardem e Ricardo Darín), e com a direção do iraniano Asghar Farhadi, a obra traz um suspense de tirar o fôlego e que desperta o detetive que existe em cada expectador.

A trama inicia mostrando Laura e seus dois filhos viajando da Argentina para um pequeno povoado na Espanha, onde acontecerá o casamento de sua irmã. Lá ela encontra sua família e Paco, que era filho dos criados de seus pais e foi seu namorado na juventude. Atualmente Paco é dono de uma propriedade em que cultiva uvas para a produção de vinho, terras essas que foram compradas justamente de Laura. Durante a festa de casamento, a filha mais velha de Laura, Irene, é sequestrada e isso acaba movimentando todos que estavam presentes no evento: busca por gravações, se havia pessoas estranhas, e quais os motivos que teriam levado alguém a raptar a adolescente. Em meio a essas discussões, as pessoas vão mexendo em um vespeiro que acaba trazendo à tona segredos e intrigas. É possível desconfiar de todos os presentes, o que torna a elucidação do caso bastante complexa.

A direção de Asghar Farhadi é ótima, e confesso que não conheço seus trabalho anteriores. Ainda que o primeiro ato, no qual foi mostrada a festa de casamento, tenha se estendido um pouco além do necessário, no restante do filme as cenas são muito bem dirigidas. A fotografia é clássica dos filmes de língua espanhola, e as cenas no pequeno povoado são bastante convincentes, demonstrando a simplicidade do lugar. Quanto às atuações, não há reparos: Penélope Cruz como Laura entrega toda a angústia e sofrimento de um mãe que teve a filha sequestrada; Ricardo Darín vive Alessandro, o pai introspectivo da menina, e Javier Bardem está impecável, como sempre, como o “velho amigo” de Laura que faz de tudo para ajudar a encontrar Irene.

O filme tem alguns clichês, mas nada que atrapalhe ou incomode. A trama é bem desenvolvida, especialmente a partir do segundo ato, quando ocorre o sequestro. Foi neste momento em que me senti envolvida com a história e, a partir das impressões e pistas que eram mostradas, passei a tentar descobrir quem eram os sequestradores de Irene, pois, na obra, “cada vez que puxavam uma pena, vinha uma galinha”. “Todos já sabem” é um bom filme de suspense, bem articulado e que prende a atenção do espectador até o seu desfecho.

Nota: 8,0

Roberta Rodrigues AutorParticipant
Cabine de Imprensa , Nerd Fusão
Aqui é Nerd Fusão na veia!
follow me

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

Kevin Feige confirma participação de Stan Lee em Homem Aranha Longe de Casa

Em entrevista ao ET Online, o presidente da Marvel Studios, Kevin Feige ...